PORTES GRÁTIS PARA TODO O TERRITÓRIO NACIONAL
  • Elvas - A chave do Reino
  • Elvas - A chave do Reino
  • Elvas - A chave do Reino
  • Elvas - A chave do Reino
  • Elvas - A chave do Reino
  • Elvas - A chave do Reino
  • Elvas - A chave do Reino
  • Elvas - A chave do Reino
  • Elvas - A chave do Reino
  • Elvas - A chave do Reino

Elvas - A chave do Reino

15,00 €  
IVA incluído

Desta vez o Papa-figos desafia-nos a conhecer a grande, vaidosa e ímpar cidade de Elvas e o seu concelho.

Uma grande estrela brilha na planície do Alto Alentejo, vaidosa das suas muralhas, fortes e fortins, que nos fazem recuar aos tempos de outras guerras. Ímpar na sua dimensão monumental, no estado de conservação de cada elemento e na diferenciação arquitectónica e qualidade artística que impera nos seus muitos templos.

Em 2012, a UNESCO classificou e inscreveu na lista do Património Mundial da Humanidade o conjunto histórico-cultural designado como Cidade-quartel fronteiriça de Elvas e suas fortificações, o qual se estende por 179 hectares.

O Castelo de Elvas, a Praça de Elvas, o Forte de Santa Luzia, o Forte da Graça e o Aqueduto da Amoreira destacam-se na paisagem, mas têm uma numerosa companhia de outras construções notáveis. A história militar, a evolução da arquitectura militar – islâmica, fernandina, fortalezas abaluartadas - e um extenso catálogo da história da arte desafiam o nosso conhecimento e o nosso sentido de descoberta.

À sua frente, o Grande Rio do Sul (Guadiana) dá o seu primeiro beijo à terra portuguesa. Do outro lado do rio, o Papa-figos não se esqueceu de visitar Olivença, onde todos os monumentos, o mais pequeno pormenor artístico ou as calçadas das ruas e praças nos testemunham que Portugal ali está.

Depois se descobrirá porque Barbacena, Santa Eulália, São Vicente, Terrugem, Vila Boim e Vila Fernando, ajudam a constituir a constelação que brilha no Alto Alentejo. Estão lá à nossa espera, tal como o Bacalhau dourado, as Migas de coentros, as Migas de espargos e … a Sericaia com Ameixas d’Elvas.

Ir de carro, entrar num tuk-tuk, apanhar um balão de ar quente, pedalar em estrada ou em BTT, caminhar, parar para observar aves raras ou ouvir a voz do guia.

Elvas é a chave de um reino que existe em cada um de nós.

Edição: 06-2018
Idioma: Português
Dimensão: 130 x 215 x 14 mm
Páginas: 240
Capa Mole